Postar resposta

Alerta: este tópico não recebe novas postagens à pelo menos 120 dias.
A não ser que você esteja certo que quer responder, por favor, considere criar um novo tópico.
Nome:
Email:
Assunto:
Tags:

Seperate each tag by a comma
Ícone de mensagem:

Anti-spam: complete the task

atalhos: pressione alt+s para enviar ou alt+p para pré-visualizar


Resumo do Tópico

Enviado por: Eagleyes
« Online: Novembro 28, 2016, 12:03:57 pm »

Ataque
This dice roll has been tampered with!
Rolled 2d6+2 : 5, 6 + 2, total 13
Dano
This dice roll has been tampered with!
Rolled 1d8 : 1, total 1
Enviado por: Gun_Hazard
« Online: Novembro 24, 2016, 06:26:05 pm »

Teste Eagleyes.

Movimento Disparar.
Enviado por: Erínia
« Online: Novembro 21, 2016, 12:55:19 pm »

Sarah queria ajudar, mas temia piorar a situação uma vez que aqueles homens poderiam estar a sua procura.

Resolveu se manter escondida, por enquanto.
Enviado por: Eagleyes
« Online: Novembro 21, 2016, 10:21:35 am »

Zizek observava a conversa pacientemente com o arco tensionado, uma flecha descansava entre dois dedos, pronta para perfurar um possível alvo. Ao notar o ato do homem de brandir a maça, seus dedos relaxam e a flecha se solta com um zumbido em direção ao cavaleiro.

Off: após disparar a flecha quero largar o arco e sacar minhas cimitarras enquanto ordeno meu lobo para o ataque.
Enviado por: Gun_Hazard
« Online: Novembro 19, 2016, 05:51:53 pm »

Você  tem dois pontos de metamorfose. Pode usar para os poderes metamorfoseados.

Ao ver o Splinter se transformar em uma criatura com características  bestiais semelhantes as de uma ratazana, o mais velho se assusta um pouco e não conclui seu golpe...

Esta excitação porém dura pouco, logo ele grita "As armas" e avança  novamente em sua direção. Seus colegasfazem o mesmo.

O quê farão?

Off. O detectar já expirou.
Enviado por: kawagami
« Online: Novembro 18, 2016, 03:37:57 pm »

-Jeremias não gostou de vcs, e bem... eu estou com fome mesmo.

Uso a manobra METAMORFOSE..
Rolled 2d6+2 : 5, 1 + 2, total 8


[off] Eles ativaram a minha característica A BESTA INTERIOR. Então ate antes do alex ir para interferir, eu já to indo pra cima desses malucos
[/off]
Enviado por: AlexBarros
« Online: Novembro 18, 2016, 02:57:51 pm »

Rath sai do lado da árvore que o cobria e diz num tom firme.

- Acho melhor não fazer isso forasteiro! Está muito longe de casa para atacar um louco que não lhe fez nenhum mal! Sem contar que ele e meus amigos Zizek, não vão gostar que você golpeie-o com sua maça.

Rath pensou que eles sendo surpreendidos com o erro em falar amigos e tendo falado apenas o nome de um, eles entrem em combate.

[off]
A magia detectar magia foi desfeita? Se não tiver sido cancelada e houver ataque eu vou usar a manobra (DEFESA MÁGICA) para defletir o ataque que for usado contra o Splinter
[/off]
Enviado por: Gun_Hazard
« Online: Novembro 16, 2016, 09:47:19 pm »

Cansado de conversações inúteis e sem nenhum respeito a outro ser humano.

Aquele mais velho se aproxima e ergue a maça em um ataque iminente contra Splinter.

O que farão?
Enviado por: AlexBarros
« Online: Novembro 15, 2016, 05:55:48 pm »

Continuo no local onde estava apenas observando o que acontece.
Enviado por: kawagami
« Online: Novembro 07, 2016, 10:39:49 am »

[off] viajei na maionese, acho que estou entrando demais no personagem.

Sai daquela cidade maluca. Muitas pessoas e esquilos. Não da pra viver em paz lá. Inclusive eu avisei pra quem quiser ouvir que os esquilos eram malignos e ninguém ouviu. Agora eles estão espalhando doenças e matando pessoas então espero que cavaleiros imponentes como vocês possam se livras dessas pragas.
Poderiam começar ajudando esse podre infeliz e seu cachorro protetor?
Enviado por: Gun_Hazard
« Online: Novembro 06, 2016, 05:25:01 pm »

Um dos homens, provavelmente o menos inteligente, tenta argumentar com Splinter, perguntando informações da cidade, dele, dos moradores. Até ser interrompido rudemente por um mais velho que ele.

- Seu estúpido, por acaso é mais estúpido que este lunático?

Olhando pra Splinter...

- Por qual caminho você saiu seu rato?
Enviado por: AlexBarros
« Online: Outubro 27, 2016, 07:46:30 am »

Rath observa atentamente aos detalhes dos homens que se vestiam como a sacerdotisa que estava com eles. Como eram diferentes, na forma que tratavam Splinter e na forma como viajavam.

Ela havia chegado sem nenhum outro membro de sua sociedade, mas com companheiros de origens diversas, parecidos com copo com água e óleo. Estes mesmo sendo indivíduos diferentes era como se fossem água de várias garrafas no mesmo copo. E era uma água turva aos olhos de Rath.

Pareciam como os guardas da cidade, sempre autoritários e cheios de si, mesmo quando eles estavam errados ou eram injustos no uso da justiça deturpadas deles. Rath agradeceu por Sarah estar escondida, estes homens provavelmente estariam a sua busca, ou do homem que fora encontrado morto na cidade.

Rath continua observando a atitude dos conterrâneos de Sarah, caso eles ataquem o Splinter ele atacará de volta.
Enviado por: kawagami
« Online: Outubro 26, 2016, 01:35:11 pm »

- Ola caros senhores... venho da cidade, de onde sai pq esta tudo uma bagunça. Não se consegue mais viver em paz sem ter esquilos aparecendo em todos os lugares. Esses malditos atacaram ate mesmo o jeremias, meu cachorro tão dócil! Olha só como ele é boni... Jeremias!!!! não urine na carroça dos moços legais!

nisso eu corro e pego uma pedra perto da roda. Fico dando sermão na pedra e tento ver se sinto algum cheiro ou vejo algo dentro da carroça.
Enviado por: Gun_Hazard
« Online: Outubro 22, 2016, 10:10:45 pm »

[Vou considerar então que só o Splinter não se escondeu]

Um grupo composto por cinco homens a cavalo e armados com maças se aproxima. Ao ver Splinter na beira do bosque aceleram para encontrá-lo. Suas roupas apesar de sujas pela viajem são relativamente novas e inteiras. Coisa muito incomum de se ver.

Não é dificil notar que suas roupas são parecidas com as de Sara. O cheiro Splinter lembra muito bem é o mesmo que sentiu em Sara da primeira vez que se encontraram.

Eles se aproximam e dizem com voz autoritária:
 
- Você... Seu imundo, de onde vem?
Enviado por: kawagami
« Online: Outubro 05, 2016, 02:00:33 pm »

Vou ficar de mendigo andando devagar pela estrada e me afasto um pouco do grupo. Se eles estiverem devagar eu tento uma interação ( pedir dinheiro ou comida). Se eles estiverem com pressa e me ignorarem, eu somente tento prestar a atenção na carroça ( tentar ver as pessoas dentro, brasão etc)